O que é ter o seu dinheiro trabalhando para você? (2)

Nesse post, vamos nos aprofundar um pouquinho mais na ideia de ter o seu dinheiro “trabalhando para você”. Se você não leu o meu post anterior sobre essa ideia, sugiro ler ele rapidamente antes de prosseguir com esse aqui.

No post anterior, fizemos uma brincadeira de organizar em uma folha de papel nossos “ativos” e nossos “passivos” a fim de ter uma visão geral das nossas finanças mensais e, talvez, percebermos coisas sobre os nossos gastos que ainda não sabíamos.

Muita gente me disse pelo Instagram que depois de completar a folha, ficou claro que precisavam diminuir os “passivos” – os gastos mensais – para ter um equilíbrio na equação. Isso é bem comum, especialmente no Brasil, que é um país em que as pessoas não aprendem nada sobre ganhar e gastar dinheiro, e geralmente têm uma inteligência financeira muito baixa. Pensa como os seguintes exemplos são comuns aqui no Brasil: a mulher ainda mora de aluguel, mas gasta uma bela grana fazendo cirurgias plásticas; o homem mora de aluguel, mas gasta uma bela grana comprando um carro bacana; pessoas não têm os básicos que dão uma estabilidade financeira para o futuro, como um apartamento ou casa comprados, mas gastam todos os fins de semana indo no barzinho e bebendo cerveja (geralmente com outras pessoas que estão na mesma situação). São exemplos super comuns, podemos ver gente fazendo essas escolhas todos os dias! E são, obviamente, escolhas muito burras, porque elas impedem o avanço financeiro da pessoa – ela limita as suas possibilidades imensamente. Aumentar os seus “ativos” é muito mais complexo do que diminuir os seus “passivos”, e é isso que as pessoas precisam aprender.

Além disso, ter uma coluna de “ativos” de maior valor do que a coluna de “passivos” é o melhor caminho de lidar com a missão complexa e desafiadora de aumentar ainda mais os “ativos”. Por que? É aqui que entramos na questão de ter o seu dinheiro trabalhando para você.

Se a sua coluna de “passivos” está mais carregada do que a sua coluna de “ativos”, então a sua missão número um é mudar a sua vida diminuindo os “passivos” até reverter essa situação. Não existe outro caminho.

Mas se você colocou as contas no papel, e viu que seus “ativos” estão ganhando dos “passivos”: parabéns, você está melhor do que a maioria, e tem tudo nas mãos para despistar os outros ainda mais!

Havendo um dinheiro que sobra todos os meses, você tem a possibilidade de colocar esse dinheiro para trabalhar para você através de investimentos bem escolhidos. Qualquer quantidade é o suficiente; não existe esse mito de que uma certa quantidade não vale nem a pena investir. Para uns sobra muito, para outros sobra pouco, mas seja lá o valor, esse dinheiro sempre pode trabalhar para se tornar ainda mais dinheiro para você.

Existem muitos tipos de investimentos, e cada pessoa tem o seu perfil, baseado no valor a ser investido, na tolerância de risco da pessoa, e obviamente no conhecimento dela sobre como operar o investimento. No geral, as pessoas não sabem absolutamente nada sobre investir, então eu sempre vou escrever aqui supondo que os leitores são totalmente leigos – novamente, a minha ideia é facilitar, e não complicar mais o que já parece complicado.

Antes de dar uma sugestão sobre qual investimento fazer, acho importante detalhar melhor o conceito de ter o seu dinheiro trabalhando para você. Funciona assim: quando você trabalha, seja para alguém ou na sua própria empresa, você está efetivamente trocando a sua liberdade (o seu tempo) pelo dinheiro que o trabalho gera. Não importa quanto dinheiro esse trabalho lhe dê, você não é independente financeiramente, porque as suas finanças dependem de você entregar o seu tempo de vida em troca. Agora, se você pega esse dinheiro gerado pelo uso do seu tempo, e você investe ele em algo que esse dinheiro se multiplique, e esse novo dinheiro gerado por ele não é mais fruto do seu tempo: ele é fruto do seu dinheiro trabalhar por você. Idealmente, essa troca deve acontecer cada vez mais em uma escala maior, para chegar a um ponto em que a maior parte do que você ganha vem do seu dinheiro trabalhando para você, e não de você trocando o seu tempo por dinheiro. Leva tempo, precisa de paciência, mas esse deve ser o objetivo de qualquer pessoa com uma inteligência financeira desenvolvida.

Quais são as vantagens de ter o seu dinheiro trabalhando para você? Bom, a principal delas é justamente você deixar de ter a sua vida financeira dependente do uso do seu tempo de vida. Você pode trabalhar 8, 10 ou até mais horas por dia – geralmente, os donos de empresas trabalham bem mais horas que os funcionários. Isso é muito tempo da sua vida usado para trocar por dinheiro, e depois de fazer isso, a maioria das pessoas ainda vive reclamando que não resultou em dinheiro suficiente. Esse não é o caminho. Trabalhar mais horas também não é o caminho. O caminho é trabalhar com mais inteligência financeira. Se você trabalha 8 horas por dia, nas outras 16 horas você não está trabalhando. Já no caso de um bom investimento, o seu dinheiro trabalha por você 24 horas por dia sem parar, multiplicando o seu dinheiro. Com as suas 8 horas de trabalho por dia (considerando 5 dias por semana), em uma semana você trabalhou 40 horas. Já o seu dinheiro investido, trabalhou 120 horas (considerando que a bolsa fecha nos fins de semana também). Em outras palavras, para cada semana que você passou trabalhando, o seu dinheiro já trabalhou mais três semanas para você. Pensa em um mês? Ou em um ano? Imagina então depois de cinco anos? É muita diferença!

Um outro jeito que gosto de pensar sobre o meu investimento é o seguinte: eu sei que o meu dinheiro está lá trabalhando por mim o tempo todo. Gosto de ver o resultado disso na prática! Às vezes vejo quanto está o meu rendimento logo depois de treinar na academia, entro e tomo um banho de 15 minutos, e quando saio olho de novo para ver quanto dinheiro ganhei enquanto tomei o banho. Muitas vezes, é surpreendente o resultado! Às vezes no meio da tarde eu vejo os meus rendimentos, e vou jogar videogame por uma hora. Depois de uma hora de jogar videogame, vejo que estou com bem mais dinheiro do que quando eu comecei a jogar. O sentimento disso é ótimo! Imagina então quando você dorme? A noite inteira, enquanto você dorme, o seu dinheiro está trabalhando para você. De manhã, você acorda e olha a grana que você ganhou sem fazer nada – simplesmente resultado da sua inteligência financeira.

Outra forma de pensar sobre isso é a seguinte: se o seu dinheiro ainda é resultado do seu trabalho (portanto, da troca do seu tempo por dinheiro), então você consegue calcular o valor das coisas com as quais você gasta esse dinheiro baseado no tempo de vida que você dedicou àquilo. Por exemplo: digamos que você ganha R$6.000 por mês no seu emprego, e trabalha 40 horas por semana. Dessa forma, você ganha R$150 por hora de trabalho. Em outras palavras, você aceitou que 1 hora do seu tempo de vida vale R$150. Agora, quando você vai sair com os amigos para ir no barzinho beber cerveja e comer frituras, e a sua parte da conta deu uns R$150, você sabe que você doou 1 hora inteira da sua vida em troca daquelas cervejas, frituras e taxa de serviço do garçom. Quando o seu dinheiro vem do seu trabalho, tudo o que você faz é dar um valor ao seu tempo de vida, e trocar esse tempo de vida por coisas que você compra. No exemplo acima, usei o caso de uma pessoa que tem um salário de R$6.000 por mês. Mas nós sabemos muito bem que tem gente ganhando metade disso e gastando do mesmo jeito, sem pensar no que isso significa. E sim, no final do mês, essas pessoas reclamam que não ganham o suficiente!

Quem está interessado em diminuir os seus gastos e amenizar o peso dos seus “passivos”, eu sugiro que tentem pensar dessa forma que eu descrevi no parágrafo acima. Vai comprar um sapato novo? Pensa não em quanto ele custa, mas em quantas horas da sua liberdade ele custa. Faça isso para tudo! Entendendo que essa é a única realidade por trás de tudo, fica bem fácil gastar menos, porque todos nós tendemos a valorizar as nossas próprias vidas mais quando pensamos sobre ela.

Agora, você consegue ver o valor inestimável de ter o seu dinheiro trabalhando para você?

Você não deve ser o escravo do seu dinheiro. O seu dinheiro deve ser o seu escravo. Eu quero que o meu tempo de vida seja totalmente livre, e que eu gaste o meu tempo fazendo absolutamente qualquer coisa que eu queira – incluindo não fazer nada boa parte do tempo. E eu quero que o meu dinheiro seja o meu escravo, trabalhando dia e noite sem descanso e sem reclamar, e me entregando todo o fruto do seu trabalho no final do dia sem qualquer remuneração por ter se dedicado tanto. Esse é o objetivo!

Por hoje, acho que consegui aprofundar nesse tema e deixar bem claro para vocês que a sua vida tem um valor maior do que a maioria de vocês têm dado. Nos próximos posts desse tema, vou entrando aos poucos em informações mais práticas sobre como ir adquirindo maior inteligência financeira para efetivamente se tornar independente financeiramente – ou seja, como ter o seu dinheiro trabalhando para você, e você ter a sua plena liberdade resgatada.

3 comentários sobre “O que é ter o seu dinheiro trabalhando para você? (2)

  1. Excelente!!! Aprendi mais um pouco.
    E quao importante mesmo ter o dinheiro trabalhando pra você.
    Ai podemos sonhar mais, e ter mais liberdade pra viver.
    Valeu mais uma vez por essa aula bem legal.
    Bjsssss

    Curtido por 1 pessoa

  2. Incrível como você explica de uma forma simples e fácil de absorver ! Parabéns!!! Está no caminho certo e acredito que muitas pessoas vão conseguir colocar em prática todos esses seus conhecimentos. Jóia ! Já quero mais ! sucesso campeão!!!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Olá Fernando,
    Chamo-me Uelton. Sou de Belo Horizonte, Minas Gerais.
    Obrigado por este post sobre investimento. Gostaria que aborda-se em outro posto, os tipos de investimentos para investir, no qual saberemos que o dinheiro estará trabalhando pra gente o tempo todo.
    E se possível, fazer um post sobre como desenvolver a inteligência financeira.
    Mais uma vez muito obrigado e parabéns pela redação. Você escreve muito bem.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s