De piloto de automobilismo para influenciador de lifestyle

Vocês que me acompanham sabem que o meu perfil foge bastante do comum: quem volta um pouco no tempo pelo meu feed, ou acompanha minhas memórias compartilhadas pelos stories, sabe que durante a maior parte da minha vida eu me dediquei à minha carreira de piloto de automobilismo, encerrada em 2018.

O meu perfil do Instagram era totalmente diferente: o foco era a minha carreira de piloto, e o contato com os fãs do esporte. Eu tinha um público legal – cerca de 150.000 seguidores do mundo todo, por onde os campeonatos percorriam. Mas o interesse das pessoas, em sua vasta maioria, era unicamente esse: automobilismo, e ter o meu olhar honesto de como tudo acontecia também nos bastidores.

Ao escolher por mudar de vida em 2018, fechando esse capítulo de automobilismo e abrindo um capítulo novo com todas as possibilidade do universo, obviamente que isso afetou bastante o meu perfil do Instagram. Foi pelo Instagram que eu comuniquei minha aposentadoria do automobilismo, em um dos posts que tiveram o maior alcance e engajamento da minha história. Momentos depois desse post, muitos seguidores desapareceram para sempre. Eu sabia que iria acontecer, e isso é natural mesmo – como eu disse antes, a maioria me acompanhava por ser fã do “Fernando piloto”, e não necessariamente por ser fã do “Fernando pessoa comum”. Normal.

Mas o meu Instagram sempre foi diferenciado, desde o início. Ele sempre foi mais interessante e mais bem feito do que a maioria dos outros pilotos de automobilismo. Eu sempre estudei as novidades e as tecnologias por trás das redes sociais, e desde o primeiro momento eu pensei sobre e usei o Instagram como uma ferramenta de trabalho, e não como entretenimento. Os outros pilotos, na sua vasta maioria, não pensam sobre nada com muita profundidade, e a maioria ainda pensa hoje que usar o Instagram como parte do trabalho é postar foto de capacete ou vídeos de dentro carro de corrida. Em outras palavras, o meu Instagram tinha um valor real, e simplesmente perdê-lo ao mudar de profissão não era algo que eu via como vantajoso.

É óbvio que eu demorei um tempo para ver isso dessa forma, entender o valor do meu Instagram para além da carreira no automobilismo, e tudo mais. Na realidade, os insights mais inteligentes e construtivos sobre essa questão me foram dados pelas poucas pessoas que convivem comigo diariamente, e as únicas que me conhecem de verdade e por inteiro. Confesso que, para mim, eu queria mais é deletar o meu perfil e começar outro do zero, privado, e sem um monte de desconhecidos. Mas conversando e pensando, eu entendi que eu estava enganado.

Depois de alguns meses pensando nas possibilidades e traçando o novo capítulo da minha história, decidimos que faríamos uma transformação gradual no Instagram. Perderíamos os seguidores que eram fãs unicamente do “Fernando piloto”. Manteríamos os seguidores que eram fãs do “Fernando piloto” mas também admiravam o “Fernando pessoa comum”. E a parte mais difícil: iríamos atrás de novos seguidores que nem sequer haviam ouvido falar do “Fernando piloto”.

Qual foi a lógica usada para alcançar isso? Bom, o “Fernando piloto” viajava o mundo para suas competições, e diferentemente dos outros pilotos, ele sempre documentou as viagens, os lugares, as culturas, os hotéis, as comidas… enfim, era um perfil muito mais de lifestyle do que de automobilismo puramente. Pensando por esse ângulo, era possível fazer uma transição gradual para um perfil interessante de lifestyle sem causar muito choque em que já me acompanhava como piloto. E assim foi feito!

Se você voltar no meu feed, vai perceber que o automobilismo foi desaparecendo gradualmente. Eu não escolhi a vida nova e de imediato os carros de corrida desapareceram do meu perfil. Eu fui diluindo isso aos poucos, e tentando manter quem se interessava pelo “Fernando piloto” ainda interessado pelo “Fernando lifestyle“. Eu acredito que deu muito certo! As pessoas que eu mais gostava da época de piloto continuam por aqui hoje, comentando todos os meus posts, conversando comigo pelas mensagens diretas, contribuindo com o meu perfil diariamente.

Moral da história: nós sempre teremos as nossas melhores ideias se dedicarmos mais tempo sobre elas, se estivermos abertos a mudarmos de opinião, e se estivermos cercados pelas pessoas certas, que nos entendem e que querem o nosso melhor. Isso é infalível. Funciona para mim, funciona para você, e funciona para qualquer situação.

3 comentários sobre “De piloto de automobilismo para influenciador de lifestyle

  1. Que legal esse seu pensamento.
    Sempre claro como escreve, como posta. Nos faz viver esses momentos q voce vive, e por tantos anos.
    Obrigada. Adoro ler o q escreve e viajar com você, através das suas fotos!!!
    Continue nesse caminho e mais sucesso a cada dia q vem pela frente!!!💚💚

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu sou uma que não conhecia o “Fernando piloto”. Comecei a curtir suas fotos no Instagram,que me deixava boquiaberto; e quando fiz um comentário que você respondeu, pronto, virei sua fã. ❤ Sua inteligente, força, coragem, humildade, mostram o cara incrível que você é. Parabéns 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻♥️

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s